• Da Redação

Bilionária, Ilhabela tem tratamento de esgoto comparado ao da Etiópia

Atualizado: Jan 10

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo divulgou, na tarde desta segunda (3/6), o relatório referente as contas de 2018 do municipio de Ilhabela - SP.


Com pouco mais de 200 páginas, o relatório apontou diversos indicadores da Gestão Municipal, além de denúncias e contratos duvidosos, realizados pela Prefeitura de Ilhabela , sob o comando do ex-prefeito Márcio Tenório (MDB), afastado pela Polícia Federal - PF e cassado pela Câmara Municipal de Ilhabela

.

“Enquanto há gastos públicos milionários com eventos de entretenimento para classes privilegiadas (Boat Show, Festival dos Vermelhos, Festival do Camarão), os indicadores da gestão pública encontram-se em nível significativamente aquém do aceitável", concluiu o relatório.

Dentre os mais preocupantes apontamentos, o TCE disponibilizou um gráfico comparativo dos investimentos realizados em:


a) Educação Infantil - R$7,7 milhões

b) Saneamento Básico - R$9,8 milhões

c) Educação Fundamental - R$14,8 milhões

d) Desapropriações - R$27,1 milhões

e) Eventos, shows, marketing e outros - R$41,1 milhões

A diferença é de mais de R$ 30 milhões entre o que foi investido em Educação Infantil comparado a gastos com eventos e shows, por exemplo.


SANEAMENTO BÁSICO


O saneamento básico é parte importante da análise feita pelo TCE no relatório divulgado.

"Enquanto a arrecadação per capita é comparada a cidades turísticas de países altamente desenvolvidos, o índice de tratamento de esgoto (4%) é similar ao patamar dos mais pobres países africanos, como GuinéBissau, Etiópia e Zâmbia"

Ilhabela enfrentou, ainda no ano passado, uma de suas piores crises sanitárias, tendo sido exposta em rede nacional com a divulgação de que 100% das praias estavam impróprias para o banho, o que ocasionou em diversos casos de problemas de saúde, superlotando o Hospital Municipal e postos locais. Como resultado, houve um impacto em todo orçamento e planejamento em Turismo e fomento de mão de obra local.

"Enquanto consumiram-se, em 2018, mais de R$ 41 milhões em shows, artistas, carnaval, marketing turístico, eventos culturais e esportivos; Ilhabela possui o 13º pior índice de saneamento dos 645 municípios do Estado de São Paulo", apontou o relatório.


O RELATÓRIO

Segue o link para ter acesso ao relatório na íntegra para leitura:

http://twixar.me/Yspn

©2020 por Portal Conexão Ilhabela.